3 passos para fazer uma Redação Perfeita mesmo sem conhecer o tema

2
3540

Não sei nada sobre esse tema??? O que eu faço agora???!!!

Todos os anos, logo após a prova do segundo dia (Redação), no domingo, os alunos saem das salas comentando sobre o fato de que conheciam OU desconheciam o tema apresentado na redação do Enem. Alguns saem contentes, ENTRETANTO a grande maioria sai preocupada, reclamando e, muitas vezes, até chorando porque “NÃO SABIA O QUE FALAR SOBRE AQUELE TEMA”. É bem verdade que, no ano passado, a prova deu uma semitrégua, quando tratou sobre a ‘persistência da violência contra a mulher’, mas não temos nenhum indicativo de que essa facilitação tenderá a se repetir.

enem_mec

Conforme o edital, “a proposta da Redação do Enem é elaborada de forma a possibilitar que os participantes, a partir de uma situação-problema e de subsídios oferecidos, realizem uma reflexão escrita sobre um tema de ordem política, social ou cultural, produzindo um texto dissertativo-argumentativo em prosa”. Considerando essa proposta, percebemos que a abrangência de possibilidades de temas é muito grande e isso, de certa forma, assusta.

Embora a discussão do tema tenha que ser “algo” em torno da realidade dos alunos, esse “algo” pode não ser tão próximo assim, como foi o caso do tema “Movimento imigratório para o Brasil, no século XXI” (Enem/2012). Quando isso acontece, O QUE VOCÊ DEVE FAZER???

INICIALMENTE, é proibido entrar em pânico… nada de amarelar rsrsrs…

Ciente de que você não está passeando na prova e de que teve o melhor treinamento em preparação para a redação do Enem, os seguintes PASSOS são o caminho para você fazer uma REDAÇÃO QUE VAI IMPACTAR o corretor. Quando o tema for “algo estranho”, faça ASSIM:

1º) Traduza o tema

Você deve estar pensando “como assim traduza”? “Traduzir”, para nós, significa ‘definir sinônimos para as palavras do tema’ e tentar construir uma frase que ‘traduza’, que represente ‘aquilo que o tema quis dizer’. Observe isso no tema Enem 2012:

“Movimento imigratório para o Brasil no século XXI”- Com esse tema, você poderia fazer assim:

* imigratório = imigração = entrada/chegada de pessoas de outros países para o Brasil com a finalidade de residir aqui.

* Movimento = ação ou comportamento de fazer algo, neste caso, sair, vir, deslocar-se para o Brasil.

* Século XXI= contemporaneidade, atualidade, conjuntura política/econômica/social atual.

Então, temos que:

Diversas pessoas/povos de outros países que estão em constante deslocamento para o Brasil com a finalidade de fixar residência aqui.

Será que assim fica mais fácil?

2º) Delimitar a tese

Delimite a tese- neste segundo ponto, quero lhe dizer que, na verdade, o problema NÃO é entender o tema, pois creio que você não deve ter achado muito difícil o que fiz acima, não é? A grande questão é a TESE. Na maioria das vezes, você não sabe ‘desenvolver o tema’ porque não sabe o que dizer sobre ele, certo?! Mas o que dizer sobre movimento imigratório? Que tese delimitar em relação a isso?

Assim, você precisa estar ciente do conceito de tese, o qual já especifiquei em outros artigos, porém vou retomar aqui:

Tese é a afirmação de um aspecto-problema relacionado ao tema. Mas que aspecto é este? O aspecto problema é: uma causa que impossibilita esse movimento migratório de ter um resultado positivo para o imigrante ou até para o próprio país para onde ele vai, que, no caso, é o Brasil. Ou também a tese pode ser uma consequência, ou seja, um efeito negativo para os mesmo ângulos que mencionei antes: imigrante e Brasil. Sendo assim, a tese é o reconhecimento de que existem FALHAS no acontecimento do tema, algo que desestabiliza a ideia do tema, por exemplo, do movimento imigratório (causas e/ou consequências para que este movimento imigratório não seja um fato muito positivo) ou que fortalece a questão, por exemplo da persistência da violência contra a mulher (causas e/ou consequências). Então, disso você pode pensar em motivos que tornam a imigração um problema ou consequências que ela pode gerar.

3º) Coloque em prática a sua estratégia de introdução

Agora, você precisa iniciar sua introdução do texto. Para isso, necessita começá-la com uma estratégia (veja o artigo onde comento sobre as estratégias de introdução). Após, organizar sua entrada de texto (estratégia), você vai inserindo o tema (palavras-chave dadas na tarefa de redação) e vai apresentando a tese, a qual você definiu previamente, ou seja, antes de começar a redação. Vou usar aqui o mesmo exemplo que coloquei em outro artigo, apenas para ilustrar o que estou dizendo:

“Medo e pânico. Estes sentimentos dominam o pensamento de muitas mulheres que já viveram e outras que ainda vivem uma rotina de violência executada, normalmente, por seus namorados, maridos… (até aqui, é o contexto). (Esta frase que está começando agora inicia a apresentação do tema: palavras-chave da tarefa). Nesse contexto de agressões, o que chama muito a atenção é que a violência praticada contra a mulher não é um fato novo, contemporâneo ou até da dita “modernidade”. Essa violência é atemporal. Ela persiste. Insiste. Diante disso, questiona-se: (Aqui é a tese) o que fortalece essa violência que atravessa o tempo e as gerações? A resposta para isso está dentro de nossas casas: ela está na educação seccionista do tratamento dado a seus meninos e meninas”.

Com isso é possível entender o que estou dizendo? Eu gostaria muito que vocês comentassem, me dando um feedback disso que apresentei aqui!!!

Um beijo a todos!!!!!!!!!!!!

Pati ☺

Comments

comments

2 COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here